Quem somos

A Faculdade de Odontologia do Recife – FOR é uma instituição de ensino superior, de direito privado, criada e mantida pela Fundação Odontológica Presidente Castello Branco – FOPCB, tendo como objetivo a formação de profissionais em Odontologia, comprometidos com os avanços científico-tecnológicos, com a sua aplicação eficaz e eficiente à população através de um currículo inovador, formando o Cirurgião-Dentista e o Cidadão, voltados para a prevenção e promoção da saúde.

O currículo esta baseado nas Ciências Humanas e Sociais, atendendo as Diretrizes Curriculares Nacionais e à necessidade da formação do Cirurgião-Dentista apto a contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas.


Missão

A FOR tem como missão a formação de recursos humanos em Odontologia, comprometidos com os avanços científico-tecnológicos, com a sua aplicação eficaz e eficiente à população através de um currículo inovador, formando o Cirurgião-Dentista e o cidadão voltados para a prevenção e promoção da saúde


Filosofia

Orientar o processo de ensino-aprendizagem para a formação de recursos humanos odontológicos e de cidadãos brasileiros, com uma base científica e técnica sólida, capaz de aplicar, teórica e praticamente, o enfoque científico, na procura de soluções para os problemas do exercício profissional, com base em normas éticas, de serviço e a aplicação do enfoque preventivo e integral, as quais produzam mudanças e um impacto eficaz na melhoria das condições de saúde, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros.

Objetivos

> Graduar Cirurgiões-Dentistas com formação generalista para atuar preventivamente e de forma curativa nos problemas prevalentes de saúde bucal;
> Fazer-se consciente da realidade sociocultural de sua região e de sua responsabilidade;
> Estimular, através de programas curriculares, a formação humanística para otimizar o relacionamento com o paciente e a sociedade;
> Capacitar o aluno a avaliar e participar de programas de saúde individual e coletiva, desenvolvendo atividades curriculares intramuros e extramuros que objetivem a promoção de saúde;
> Desenvolver a capacidade criativa, promovendo pesquisas que resultem na elaboração de trabalhos científicos pelos alunos;
> Estimular a capacidade de liderança que deverá ser desenvolvida nos contatos com a sociedade.