Prótese Dentária

1 APRESENTAÇÃO

No Brasil, no âmbito educacional, o termo “egresso” designa o discente que deixou de pertencer a uma comunidade escolar, abrangendo, conseqüentemente, as categorias de diplomados, transferidos, desistentes e jubilados (PENA, 2000).

Dentre as dimensões da avaliação institucional, o acompanhamento de egressos constitui-se em recurso fundamental à construção de indicadores e políticas que possibilitam o aprimoramento das ações institucionais, tanto acadêmicas quanto comunitárias. O acompanhamento adequado dos egressos é um parâmetro significativo a ser levado em conta ao avaliar a qualidade do caminho formativo que a instituição oferece à sociedade e consequentemente ao mercado de trabalho.

Os resultados dos estudos da trajetória dos egressos oferecem subsídios para modificações curriculares e alerta para a necessidade de classificações e reformulações conceituais relativas ao ensino, à prática profissional e à pesquisa (SERAPHIM, 1996).

O Programa de Acompanhamento de Egressos constitui-se em ação que busca conhecer a opinião dos egressos acerca da formação acadêmica recebida, agregar sugestões, assim como monitorar a efetiva inserção no mercado de trabalho buscando, reorientar e/ou aprimorar as diferentes ações institucionais, tanto no que condiz ao ensino e a estrutura curricular, como às práticas na área da extensão, pós-graduação, e demais atividades da instituição.

Portanto, o Programa de Acompanhamento de Egressos da Faculdade de Odontologia do Recife visa constituir em uma ferramenta e uma fonte de dados e informações para a auto-avaliação continuada, com o intuito de reorientar o ensino desenvolvido, de forma a adequá-las as necessidades e novas exigências do mercado de trabalho, e propor ações direcionadas ao estabelecimento de uma relação mais estreita dos egressos com a Faculdade de Odontologia do Recife.

Contato pode ser através do Whatsapp?
SimNão